Presente e futuro do poliuretano

Alianza entre Dow Colombia y Haceb, principal fabricante de electrodomésticos del país, extrapola las actividades del día a día extendiéndose a discusiones sobre el propio futuro del mercado y del poliuretano

Parceria entre a Dow Colômbia e a Haceb, principal fabricante de eletrodomésticos do país, extrapola as atividades do dia a dia, estendendo-se a discussões sobre o próprio futuro do mercado e do poliuretano

Mais de 70 anos no mercado, principal marca de eletrodomésticos da Colômbia e compromisso com a inovação. Este é o perfil da Haceb, empresa cujos refrigeradores, máquinas de lavar, fornos e outros produtos que facilitam a vida cotidiana estão presentes nos lares de milhares de consumidores. Tantas décadas de história incluem a Dow Colômbia, fornecedora de poliuretano das espumas termoisolantes aplicadas nos refrigeradores da Haceb. De fato, Dow esteve lado a lado com a empresa durante a transição dos agentes de expansão, processo de grandes desafios e adaptações na produção.

“Eles precisaram investir nas fábricas, nas equipes e nas formulações. Trabalhamos muito juntos nesta mudança para a implementação de uma tecnologia mais eficiente. Além disso, seguimos buscando outras formas de ajudar”, explica Andrés Posada, Gerente de Contas para Químicos Básicos e de Desempenho para a América Central, Caribe e Região Andina.

“A relação de mais de 20 anos entre as Indústrias Haceb e a Dow Química passou por muitos momentos em que a situação do mercado era complexa para ambas companhias. Foi especialmente nestes momentos que surgiram sinergias que permitiram que nos mantivéssemos no mercado e que tivéssemos um crescimento sustentável”, diz Sergio Dennis Carvajal H., Chefe de Conta Negociação de Plásticos, Poliuretano e Cabos.

Oportunidade de crescimento

A transição dos agentes de expansão reflete não apenas o alinhamento da Haceb com as normas de sustentabilidade, mas também o compromisso com o tema. A empresa tem hoje um complexo industrial de mais de 211.000 metros quadrados, que reúne as plantas de refrigeração e calefação. Ambas operam sob protocolos ambientais constantemente atualizados.

Além disso, adotam sistemas de eficiência, como a função chamada “telemetria”, executada pela Dow e crucial para o fornecimento ininterrupto de poliuretano – o que também evita o mau uso dos recursos disponíveis. “Verificamos a quantidade de poliuretano dos seus tanques, garantindo uma operação continuada de reposição da matéria-prima. Parar a produção seria muito mais custoso”, destaca Andrés.

Esse trabalho fortaleceu os vínculos, que não se limitam à tradicional relação entre cliente e fornecedor. ”Estamos com um parceiro estratégico que não se dedica apenas a fornecer um produto, mas que nos faz propostas que levam à inovação e à produtividade. A Haceb está aberta a trabalhar conjuntamente e a conquistar objetivos”, afirma Sergio.

Por isso, a Dow participa, por exemplo, de discussões internas da Haceb sobre o futuro dos próprios eletrodomésticos. “Temos um projeto que tem a ver com o final do ciclo de vida dos refrigeradores, buscando alternativas para poliuretanos reciclados. Também pensamos em encontrar uma fórmula para as novas tendências de comportamento do mercado, como fizeram as empresas Uber e Airbnb. Ou seja, em vez de adquirir um refrigerador, talvez o consumidor queira, no futuro, contratar um serviço doméstico de refrigeração dos seus alimentos”, conclui André.

RAIO-X DA HACEB

  • FUNDAÇÃO - 1940
  • ESTRUTURA
  • Complexo industrial de mais de 211.000 metros quadrados
  • ÁREAS DE ATUAÇÃO
  • Refrigeração (refrigeradores, adegas climatizadas etc.), lavanderia (máquinas de lavar roupa, lava-louças etc.), cozimento (fogões, fornos, micro-ondas etc.), ar-condicionado e calefações.

Conheça mais sobre a história da Haceb