Mercado estratégico

Na última década, mais de 70 milhões de pessoas deixaram a pobreza, enquanto a classe média cresceu 50% no mesmo período na América Latina, segundo o Banco Mundial. Os investimentos em educação, infraestrutura, segurança e saúde, além de outras áreas, contribuíram não apenas para aumentar a qualidade de vida, mas também para renovar oportunidades de negócios.

Há anos, a Dow investe em pesquisa e desenvolvimento para entregar soluções e produtos inovadores para o mercado de poliuretanos, atendendo às necessidades de países emergentes. Nesta edição de Mundo PU, é possível perceber o quanto estamos comprometidos com a região – e como isso se reflete em nossa capacidade de inovar junto com nossos clientes.

A linha FRESH COMFORT™, baseada em polióis formulados com propriedades que proporcionam um melhor fluxo de ar na espuma de poliuretano, é um exemplo: a tecnologia aumenta o conforto do consumidor ao reduzir a temperatura de contato do corpo com o colchão, atendendo a uma tendência apontada por fabricantes do setor.

Por sua vez, VORAPEL™ é um lançamento que supre uma necessidade do meio industrial de ter selantes, tintas e elastômeros para tubulações de petróleo e gás mais resistentes à água e a químicos em geral.

Na área da eficiência energética, as nossas soluções passam por aumentar o uso de isolamento térmico, minimizando as emissões e trabalhando com nossos parceiros estratégicos para a eliminação de gases de efeito estufa (HCFCs), como o que temos feito no México e na Argentina.

Além disso, é preciso levar em conta a nossa presença física, uma vez que temos diversos complexos fabris. Por estes e por muitos outros motivos, a América Latina é um mercado estratégico para o qual estamos continuamente trabalhando – e inovando.

Boa leitura!

Fernando Rodriguez, Diretor Comercial