O poder de Sadara

Joint venture entre a Dow e a Saudi Aramco, Sadara é o maior complexo químico integrado do mundo e o maior já construído em uma única fase

Sadara é um dos nomes mais significativos na história da Dow. É o nome dado ao maior complexo químico integrado do mundo – 26 unidades produtivas de químicos – localizado em Jubail, na Arábia Saudita. Joint venture entre a Dow e a Saudi Aramco, o complexo é também o maior do mundo já construído em uma única fase.

Os números também são significativos. Com as primeiras unidades entrando em operação no segundo semestre de 2015 (a expectativa é de que todas as unidades estejam ativas até 2017), o complexo deverá produzir mais de 3 milhões de toneladas métricas de plásticos de performance e químicos de especialidades de alto valor e registrar receitas anuais de aproximadamente US$ 10 bilhões após alguns anos de atividade.

Essas estimativas baseiam-se no potencial combinado das tecnologias de ponta da Dow e recursos e gerenciamento de projeto de padrão mundial da Saudi Aramco. As unidades do complexo produzirão uma gama abrangente de produtos de performance, tais como poliuretanos (isocianatos, polióis poliéteres), propileno glicol, elastômeros, polietileno linear de baixa densidade, polietileno de baixa densidade, glicol éteres e aminas.

Importância de mercado

O complexo químico Sadara fortalece não apenas a presença da Dow na região, mas também a perspectiva de negócios da Companhia. Beneficiando-se de mercados em rápida expansão como energia, transportes, infraestrutura e bens de consumo, o Sadara deverá registrar margens crescentes durante décadas à medida que a expertise em materiais e inovações da Dow é empregada em soluções de alta demanda e valor agregado.

Mais da metade dos produtos que serão fabricados no complexo será destinada a mercados crescentes na região da Ásia-Pacífico, e o restante da produção será comercializado nos principais países da Europa Central e Oriental, África e Índia. Os números e fatos mencionados deixam clara a importância do complexo.

  • Papel estratégico
  • Combina tecnologia de ponta e custos competitivos em operações e produtos;
  • Oferece produtos de valor agregado para cadeias de valor de rápido crescimento que representam oportunidades de mercado significativas;
  • Agrega a capacidade necessária para atender regiões emergentes, em especial, a região da Ásia-Pacífico.


  Parceria de longo prazo
  Recentemente, o complexo Sadara assinou um acordo de   fornecimento de longo prazo com a Energy Chemical Sources   Company (ECSC), uma joint venture entre a Halliburton e a   TAQA. Nos próximos 20 anos, os compostos produzidos pelo   complexo serão essenciais para as operações da ECSC. “Esse   contrato de fornecimento estratégico e de longo prazo com a   ECSC impulsionará o desenvolvimento do mercado local de   petróleo e químicos”, aponta Ziad Al-Labban, CEO do Sadara.   Essa parceria também tem um valor simbólico: consolidará o   valor dos produtos e das soluções mais elaboradas produzidas   no PlasChem Park, localizado próximo ao complexo Sadara e   uma referência para o segmento.