Nosso Negócio

Glenn Wright

O desafio de manter a tendência vencedora

Glenn Wright ressalta a importância da América Latina no segmento de poliuretanos

Glenn Wright, Presidente Global da Dow Poliuretanos, recentemente visitou o Brasil para “em primeiro lugar agradecer à equipe por fazer um ótimo trabalho”. Durante uma recente apresentação na sede da Dow na América Latina, Glenn destacou muitos motivos, assim como desafios, para estar otimista com o futuro, em uma entrevista exclusiva para Mundo PU:

Quais são as perspectivas para o negócio de poliuretanos da Dow no mundo e na América Latina?
São muito positivas. No ano passado, crescemos 7% e, no anterior, 3%. Estamos muito motivados por conta disso, pois contamos com um processo inovador que contribui para o lançamento contínuo de 20 novos produtos a cada ano. Nosso crescimento é conduzido não somente por vendas e pela atividade do mercado, mas também por nossa capacidade de produção. Alcançamos múltiplos recordes de produção em várias plantas no ano passado e isso vem da combinação de operações bem sucedidas com a capacidade de produção para desenvolver nossos produtos, juntamente com Vendas e Marketing, colocando esses produtos em mercados de alto valor agregado. Na América Latina, existem algumas manchetes, incluindo as do Brasil, de queda do Produto Interno Bruto (PIB). O lado bom é que nosso negócio de poliuretano é forte e está presente em diversos mercados e subsetores. É por isso que estamos em áreas que ainda estão em crescimento.

Quais são as razões mais importantes de sua visita ao Brasil?
Em primeiro lugar, quero agradecer à equipe por fazer um ótimo trabalho. Eles estão executando muito bem a estratégia, que é parte fundamental do sucesso. A segunda coisa é analisar como daremos continuidade à tendência vencedora em 2015. Passamos bastante tempo trabalhando no nosso plano de crescimento para este ano, como em qual subsetores vamos participar e o que podemos fazer para continuar crescendo. A terceira razão é certificar de que estamos inserindo a região dentro do contexto internacional, pois a América Latina é peça fundamental do quebra-cabeça no âmbito global.

Quais são as grandes oportunidades na América Latina para PU?
Temos capacidade nas plantas de gerar mais produtos. Nossos concorrentes estão passando por problemas. Esse cenário está criando grandes oportunidades para nós porque existem clientes na América Latina procurando outras fontes de fornecimento. Estou convencido de que temos tudo no lugar certo para superar a recessão em algumas economias na América Latina.

Qual a importância de PU na Am érica Latina atualmente?
É muito importante porque a América Latina agrega valor ao negócio. A equipe é fundamental para esse mercado único, uma vez que há um crescimento tremendo de oportunidades.

Quais investimentos são esperados no segmento de PU nos próximos anos?
Eles estão mais relacionados a manter o capital e o funcionamento das plantas de um modo seguro e altamente confiável. Os grandes investimentos de capital que estamos fazendo em outras áreas, como Sadara e Gulfstream, nos dão a certeza de que não estamos limitados em capacidade na America Latina. Não precisamos de investimento de capital para o crescimento, mas sim de investimento em nossa atual capacidade, nas pessoas e na organização para garantir que tudo esteja de acordo para dar suporte ao crescimento de nossos clientes.