O poder dos compósitos

silver car

Materiais mais leves, resistentes e duráveis produzidos com sistemas da Dow aumentam a competividade dos setores de infraestrutura, transportes e energia

Os sistemas de compósitos VORAFORCE™ são poderosas soluções da Dow para uma tendência em diversos setores do mercado: o uso de materiais mais leves, duráveis e resistentes. A linha atende à demanda de indústrias que enfrentam desafios produtivos cada vez mais complexos, oferecendo sistemas de base poliuretano ou de epóxi.

A diversidade de aplicações é um dos pontos marcantes dos sistemas VORAFORCE™, que são incluídos em projetos de infraestrutura, construção, transportes e lazer. No caso dos de poliuretano, as principais vantagens são a resistência ao impacto e a resistência à fadiga, quando comparados aos materiais convencionais e a outros tipos de resina.

Além das especificações técnicas superiores, a Dow trabalha em conjunto com os seus clientes, disponibilizando especialistas que dão suporte ao desenvolvimento dos negócios, aos processos de otimização e à melhoria da eficiência.

Inovação para os transportes

O processo de produção em Spray com Fibras Longas (ou LFI - Long Fiber Injection, em inglês), por exemplo, faz parte das tecnologias de materiais compostos de poliuretano para a área de transportes (ônibus, caminhões, tratores e automóveis) (VORAFORCE™ TL 1600 series).

“A redução de consumo dos veículos é outra tendência mundial neste setor, e uma forma de você conseguir isso é por meio da diminuição de peso obtida com os compósitos”, diz Vinicius Serves, Gerente de Marketing de Poliuretanos para Mercados Industriais na América Latina.

As vantagens, neste caso, são as excelentes propriedades mecânicas, o menor ciclo de produção (devido à cura muito rápida) e a alta qualidade da superfície do produto final. Assim como em outros países, o Brasil vive um momento em que novas normas obrigam os fabricantes de veículos a diminuir as emissões de gases poluentes de seus modelos – meta que os compósitos ajudam a atingir com o uso de componentes mais leves e versáteis.

Outras aplicações

Filament Winding (VORAFORCE™ TW 100 series) – Maior durabilidade e robustez de estruturas cilíndricas e cônicas, como postes de energia e de transmissão, tubulações de alta performance e pressure vessels, com a vantagem adicional do peso menor, o que facilita o transporte e a instalação.

Pultrusão (VORAFORCE™ TP 200 series e VORAFORCE™ TP 1200 series) – Maior resistência ao impacto e resistência a fadiga de perfis em material composto permitem a aplicação de perfis pultrudados em janelas, pallets e muros de anconragem. Os produtos de alta resistência térmica possibilitam a fabricação de núcleo de cabos de energia elétrica que podem transportar mais energia, com menor necessidade de torres.

Potencial no Brasil e América Latina

O Brasil tem futuro promissor para a energia eólica pelo fato de contar com a presença dos principais fabricantes. Essa fonte energética alternativa também está em desenvolvimento em outros países sul-americanos, reforçando a importância da Dow como fornecedora de inovações para este setor.

“O segmento de óleo e gás no mercado brasileiro é outra fonte de negócios em termos de compósitos, na medida em que as empresas desta área necessitam de materiais com resistência mecânica e que sejam leves. São muitos equipamentos, como tubulações, que são submergidas a grandes profundidades”, acrescenta Vinicius.

Já nos transportes e indústria automotiva, tanto a indústria nacional quanto a de outros mercados do continente precisarão cada vez mais dos compósitos para atingir seus objetivos de produtividade/rentabilidade e de redução de consumo de combustível para a menor emissão de gases poluentes de seus veículos.