Tecnologias da Dow estão presentes em quatro dos seis estádios da Copa das Confederações

Tecnologias inovadoras e mais sustentáveis aplicadas em projetos das arenas esportivas garantem qualidade e menor custo

São Paulo-01 Jul 2013

 

São Paulo, 1º de julho 2013 - A The Dow Chemical Company (NYSE:DOW) anunciou hoje que ofereceu soluções em tecnologias para quatro dos seis estádios brasileiros que foram palco dos jogos da Copa das Confederações. Esses estádios incluem o Maracanã (Rio de Janeiro), o Mané Garrincha (Brasília), a Arena Castelão (Fortaleza) e a Arena Pernambuco (Recife).

O portfólio vasto da Dow em soluções tecnológicas presente nestas instalações demonstra a liderança da Companhia em inovação. Essas soluções incluem sistemas para proteção e impermeabilização de estruturas à base de poliuretano e poliureia (membrana elástica líquida aplicada por spray, que se conforma e cura na superfície onde é aplicada), resinas e endurecedores de epóxi para pisos, sistemas para painéis estruturais de isolamento térmico e outras soluções para coberturas, áreas de tráfego, camarotes, arquibancadas, entre outras, que possibilitam obras de menor custo e mais sustentáveis.

Para o Mané Garrincha, por exemplo, a Dow forneceu tecnologias de impermeabilização que foram aplicadas sobre as estruturas de concreto do estádio, protegendo-as dos efeitos das chuvas e outras intempéries, possibilitando aumentar a vida útil da construção. Além disso, a tecnologia da Dow não sobrecarrega a estrutura e permite a redução de materiais, como aço e concreto. O uso de soluções adequadas de impermeabilização e proteção de estruturas trabalham para evitar as infiltrações, que são responsáveis por 85% dos problemas de construções no Brasil, segundo o Instituto Brasileiro de Impermeabilização.

Os sistemas de poliuretano da Dow também foram usados nos painéis de isolamento térmico instalados nos camarotes, áreas VIP e cabines de transmissão do estádio Castelão, em Fortaleza. Estes painéis reduzem o consumo de energia para climatização e podem ser usados como divisórias internas de estruturas temporárias, pois são desmontadas com facilidade.

As formulações de epóxi e poliuretano da Dow protegem a estrutura de concreto dos pisos do Maracanã e da Arena Pernambuco. Além disso, essas soluções oferecem a resistência necessária para suportar o tráfego intenso de pessoas e/ou veículos. Essas soluções para pisos também são decorativas e possibilitam diferenciação em cores e desenhos, além de serem de fácil aplicação.

 

Química por trás do esporte

A química, presente em cerca de 95% dos produtos manufaturados, está presente também no esporte, incluindo materiais de construção e vestuário. Para mostrar a química por trás dos grandes eventos esportivos, como as Copa das Confederações, a Copa do Mundo Fifa 2014 e os Jogos Olímpicos, a Dow desenvolveu um infográfico (abaixo) que destaca as soluções que ajudam a tornar o esporte mais inovador, mais sustentável e com menor custo. Entre as tecnologias usadas também estão os telhados frios e o uso de tintas base água, que proporcionam emissão mínima de CO2 e compostos voláteis, respectivamente, prejudiciais à atmosfera. Já o uso de argamassa industrializada, por exemplo, triplica a produtividade da obra e reduz em 30% o desperdício de material no canteiro.

 

Confira, abaixo, estas e outras soluções químicas presentes no mundo esportivo: